Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Uma grande promoção no comércio deverá ser feita durante um mês no meio do ano no Amapá. A mega liquidação faz parte das estratégias de venda para o mercado amapaense em 2017.

Empresários anunciaram novidade em bate papo com a imprensa. Fotos: Cássia Lima

Empresários anunciaram novidade em bate papo com a imprensa. Fotos: Cássia Lima

A notícia foi divulgada nesta quinta-feira, 16, durante um bate-papo promovido pela Federação do Comércio (Fecomércio) aos profissionais e estudantes de jornalismo em homenagem e comemoração pela passagem do dia do repórter.

“Fazemos o planejamento para uma grande promoção no meio do ano em que buscamos prestigiar o mercado local. Vamos unir todas as empresas para um grande presente aos consumidores e movimentar o comércio”, destacou o presidente da Fecomércio, Eliezir Viterbino.

Viterbino

Presidente da Fecomércio, Eliezir Viterbino. Promoção de férias deve aquecer economia do estado. Fotos: Cássia Lima

A promoção tem previsão para o mês das férias e deve ocorrer de forma massiva na capital, principalmente no setor de roupas, eletrodomésticos e até no de alimentos.

Na oportunidade, Viterbino explanou a economia e expectativas para 2017. Ao que tudo indica, as quedas no comércio deverão diminuir.

“Tudo mostra que nos teremos uma recuperação lenta e longa. Já diminuímos o percentual de quedas é isso é uma grande vitória para uma crise sem precedentes. Em 2017 vamos ter cautela e otimismo”, ressaltou o presidente.

No encontro houve a assinatura de um convênio entre o Sindicato dos Jornalistas (Sindjor) e a Fecomércio para utilização dos serviços do Sesi. O empresário Jaime Nunes fez uma breve avaliação do comercio em 2016 e o papel da imprensa.

Jaime Nunes:

Jaime Nunes: 2017 é ano de estabilização e crescimento

“Todos esses profissionais são fundamentais para a democracia e a informação. Em 2016 tivemos um apoio de vocês e vamos continuar em 2017. Já que é o ano em que precisamos mostrar nossas potencialidades, da gente se estabilizar e crescer”, ressaltou o empresário dono da Domestilar.

Compartilhamentos