Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A prefeitura de Santana fará teste de iluminação com lâmpadas LED durante o carnaval. A experiência servirá de ensaio para projetos futuros, já que a prefeitura deve assumir a iluminação pública do município a partir do dia 10 de março.

Os testes foram anunciados na manhã desta quinta-feira, 23, durante reunião com representantes do governo, com o prefeito de Santana, Ofirney Sadala (PSDC), e representantes da empresa Tellusmater, que demonstrará o funcionamento da tecnologia.

Prefeito Ofirney Sadala:

Prefeito Ofirney Sadala: projeto viável e necessário para Santana. Fotos: Cássia Lima

“É um avanço para o município e para a diminuição de gastos. A empresa faz toda a gerência e não só entrega o serviço, mas também gerencia para não termos problemas”, explicou o secretário adjunto do Gabinete, Carlos Marques.

Carlos Marques

Carlos Marques: empresa gerenciará serviço

A empresa apresenta um sistema de iluminação que reduz custos financeiros e o consumo de energia.  A Tellusmater que traz o material de Portugal já está trabalhando nos estados de Minas Gerais, Pará e São Paulo.

“Nós vamos mapear todos os pontos da cidade e fazer o levantamento de quanto podemos recuperar e o que podemos fazer. Mas já vamos colocar 6 pontos de iluminação para testes no carnaval”, frisou o presidente nacional da Tellusmater, Alexandre Tereso.

presidente nacional da Tellusmater, Alexandre Tereso: mapeamento da cidade será feito

presidente nacional da Tellusmater, Alexandre Tereso: mapeamento da cidade será feito

A empresa garante uma prestação de serviço de qualidade, com baixo custo, e uma diminuição de 70%. Uma das grandes vantagens das lâmpadas de LED é que elas são muito mais resistentes do que as incandescentes e fluorescentes.

“É um projeto viável e necessário para Santana. Nós que moramos sabemos que hoje a cidade está no escuro. Vamos já fazer um teste no Carnaval e se tudo der certo fechar a parceria”, destacou o prefeito de Santana, Ofirney Sadala (PSDC).

Passando no teste do carnaval, a parceria entre a empresa e o Município de Santana inicia em março. A prefeitura não gasta nada, a empresa vai receber da contribuição pública que o munícipe paga mensalmente na conta de luz.

 Secretário de Cidades, Alci Matos: consórcio pode ser formado entre municípios que carecem do serviço

Secretário de Cidades, Alci Matos: consórcio pode ser formado entre municípios que carecem do serviço

“Estamos pensando em um consórcio para agregar aqueles municípios mais próximos e a demanda de cada um. Por exemplo, Porto Grande, Ferreira Gomes e Serra do Navio”, adiantou o secretário de Cidades, Alci Matos.

Compartilhamentos