Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Já é considerado foragido da Justiça o tenente da Polícia Militar do Amapá, Dilermano Carmo da Luz. Ele foi filmado matando com um tiro na cabeça o agente de portaria Fernando da Silva e Silva, de 26 anos, na manhã do último sábado, 18. O policial teve a prisão preventiva decretada ainda no domingo, 19.

O portal SELESNAFES.COM apurou que o advogado de defesa do oficial prometeu apresentá-lo nas próximas horas.

O comando geral da PM acompanha o caso e determinou as buscas ao oficial logo após o homicídio.

Fernando Silva foi morto com um tiro na nuca. Foto: reprodução/Facebook

Fernando Silva foi morto com um tiro na nuca. Foto: reprodução/Facebook

Momento em que o policial atira no agente de portaria. Foto: reprodução

Momento em que o policial atira no agente de portaria. Foto: reprodução

“Pela placa que testemunhas anotaram chegamos ao endereço do tenente, e após verificarmos os vídeos foi comprovado que teria sido ele o autor do disparo. A partir disso, a PM continuou durante no período de flagrante realizando diligências, mas não conseguiu localizá-lo”, comentou o capitão Alexandro, da Divisão de Comunicação Social da PM.

Fernando da Silva e Silva foi sepultado no domingo. Ele estava trabalhando como agente de portaria em uma empresa de segurança. Ainda não ficou claro o motivo da discussão entre ele e o oficial da PM.

As imagens do vídeo de segurança do mercantil mostram o rapaz correndo e depois caindo ao receber o tiro na nuca. O policial aparece nas imagens empunhando uma pistola Ponto 40. 

O oficial estava lotado no Centro de Formação da Polícia Militar  que continua realizando diligências para cumprimento do mandado de prisão.

Compartilhamentos