Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

As imagens gravadas por câmeras de segurança de um mercantil mostram os momentos que antecederam a morte de um jovem de 26 anos na manhã do último sábado, 18, na zona sul de Macapá. O vídeo mostra uma discussão entre a vítima e um policial militar que depois acerta um tiro na nuca do rapaz quando este tentava fugir.

O relógio do vídeo marca 8h54min. Na frente do mercantil, na Avenida Caramuru, no Bairro do Buritizal, é possível ver pessoas observando uma discussão entre o policial militar que está de camisa listrada e Fernando da Silva e Silva, de calças jeans e sem camisa.

O vídeo tem aproximadamente 1 minuto e 40 segundos. A partir da metade da gravação as cenas mostram o jovem olhando para trás. Ele parece perceber que o policial está apontando a arma para ele e decide correr. O PM aparece apontando a pistola. Ele mira e dispara apenas um tiro. O rapaz tomba inerte logo à frente. A cena é presenciada por muitas testemunhas.

Em seguida, o policial caminha tranquilamente acompanhado de outros homens. Em outro vídeo, que circula no Whatsapp, é possível ver o policial entrando em uma Parati prateada e depois saindo normalmente do local.

O comandante geral da PM do Amapá, coronel Rodolfo Pereira, disse neste domingo, 19, que o policial ainda não se apresentou, e que nesta segunda-feira, 20, deve emitir um posicionamento oficial da corporação.

“Não podemos nos precipitar. As informações ainda estão chegando”, justificou ele.

O Centro Integrado de Operações Em Defesa Social (Ciodes) registrou o caso como um homicídio de autoria desconhecida. A Polícia Civil de Macapá diz que já identificou o PM e que ele é um oficial.

A família da vítima está divulgando nas redes sociais a foto de um oficial que teria sido o autor do disparo, mas a Polícia Civil ainda não confirmou o nome. 

“Ainda não foi localizado. Estamos realizando as diligências”, informou nesta manhã o delegado Ronaldo Coelho, da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa.

Compartilhamentos