Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Já estão em Oiapoque, cidade na fronteira com a Guiana Francesa, sete embarcações que irão atender aldeias indígenas da região. As voadeiras de 12 metros de comprimento foram compradas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) com emenda do senador Davi Alcolumbre (DEM).

A emenda foi de R$ 800 mil, e também beneficiou a Fundação Nacional de Saude (Funasa). Os recursos foram suficientes para a aquisição dos motores das embarcações e mais sete geradores de energia que serão entregues ainda neste semestre.  

Reunião recente do senador com índios de Oiapoque

Reunião recente do senador com índios de Oiapoque

O pedido tinha sido feito em 2016 por caciques e lideranças de mais de cinquenta aldeias indígenas de Oiapoque.

“A chegada de parte dos equipamentos me deixa satisfeito porque vemos que nosso esforço vai se tornando realidade e, mais ainda, atende diretamente um pedido feito pelos indígenas. Foram eles que disseram quais eram suas principais necessidades e nós buscamos resolver”, avaliou o senador.

davi indios

Lideranças indígenas indicaram as principais necessidades. Fotos: Divulgação

O senador reconheceu ainda o empenho do coordenador da FUNAI, no Oiapoque, Elton Anicá, na aquisição dos equipamentos.

“O trabalho da Funai nas aldeias indígenas na fiscalização de áreas, demarcação de terras, tratamento médico, transporte de medicação e claro, o suporte dos profissionais é importante e nós nos somamos nesse serviço para levar mais qualidade de vida para a população indígena”.

As aldeias que inicialmente irão ser atendidas com as voadeiras e motores são: Kumenê, Kumarumã, Ariramba, Uwaha, Manga e Santa Isabel. Essas comunidades não possuem acessos terrestres.

Davi ainda se comprometeu em alocar mais recursos para a criação da Casa de Apoio aos Indígenas, em Oiapoque.

Compartilhamentos