Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Um homem foi preso pela Polícia Militar do Amapá depois de entrar com a própria neta em motel, no Bairro do Beirol, na zona sul de Macapá. A prisão ocorreu na tarde desta terça-feira, 21, depois que uma funcionária do motel ligou para a PM.

O flagrante ocorreu por volta das 17h, na Avenida Anhanguera. Segundo a PM, o acusado foi abordado em uma motocicleta na saída do motel. Na garupa, estava a menor de 13 anos.

Ela relatou aos policiais que o avô queria forçá-la a entrar em um dos quartos com o argumento de que os dois apenas beberiam água, mas ela resistiu. O suspeito tentou justificar aos policiais alegando que estava “com muita sede”.

“Nesse momento, a funcionária do motel, que estava arrumando um dos quartos, percebeu a atitude estranha do suspeito com a menor e resolveu ligar para o 190”, diz comunicado do Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes).

O acusado foi apresentado na Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DCCM), junto com a menor e a testemunhas. Pedro Marques Vaz foi autuado em flagrante na delegacia.

“O delegado que atendeu o caso relatou que não houve conjunção carnal, mas houve ato libidinoso”, relatou a delegada Clívia Valente, titular da DECCM. A legislação classifica o ato libidinoso por comportamentos que variam da masturbação ao beijo lascivo.

Pedro Vaz foi autuado por estupro, e encaminhado para audiência de custódia marcada para esta quarta-feira, 22. 

Compartilhamentos