Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Três detentos foram baleados numa troca de tiros com agentes penitenciários durante uma tentativa de fuga no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) na noite deste sábado, 18. Um dos criminosos morreu.

A tentativa de fuga ocorreu por volta das 21h30min. Aproveitando a falta de energia elétrica na zona oeste da capital, 12 detentos correram em direção ao muro carregando uma corda e uma escada, ambas feitas de tecidos.

Um deles estava armado e abriu fogo contra três guaritas. Houve revide dos sentinelas que estavam de plantão e três foram atingidos.

Revólver usado por um dos detentos. Fotos: Olho de Boto

Revólver usado por um dos detentos entrou no Iapen mesmo com detector de metais e raio-x. Fotos: Olho de Boto

Eles foram identificados como: Felipe Vieira do Amaral, Gelson Trindade de Almeida e Ângelo Ramos Dalmácio, que morreu durante atendimento no Hospital de Emergência de Macapá. Segundo os agentes, era ele quem estava atirando contra as guaritas G3, G4, e G5 com um revólver calibre 38.

O revólver foi apresentado no Ciosp do Pacoval com 4 munições deflagradas e uma percutida, mas que falhou. Nenhum dos agentes foi ferido.

Os presos eram todos da mesma cela que fica no pavilhão fechado F-12. Depois da tentativa de fuga frustrada, todos os detentos voltaram para dento da cela, ficando no local apenas os três que foram baleados pelos agentes.

Os feridos foram atendidos no HE e foram logo liberados para retornar ao Iapen. Nenhum agente quis gravar entrevista sobre o assunto.  

Uma sindicância deve apurar como a arma entrou no Iapen, já que o presídio possui raio x e detector de metais.

Compartilhamentos