Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Após cinco anos de muito lixo, entulho e mato que obstruía a entrada da Rua Santarém, no Bairro Parque dos Buritis, zona norte de Macapá, a prefeitura resolveu atender o apelo da população e enviou na manhã desta quinta-feira, 16, tratores e caminhões para resolver o problema. Em meio a tanto lixo, até uma tartaruga foi encontrada no local.

A limpeza vai resolver parcialmente o problema da rua que sofre com o alagamento provocado pelas chuvas e com a lama. A água que se acumula chega a invadir as casas que ficam ao lado do alagado.

Limpeza após cinco anos de espera. Fotos: André Silva

Limpeza após cinco anos de espera. Fotos: André Silva

?

Água acumulada chega a invadir casas

Alguns comerciantes, que trabalham com venda de açaí no bairro, aproveitavam o mato alto para jogar resto de caroço no local e estavam transformando a entrada da rua em uma lixeira viciada.

“Moro há dois anos aqui e todo ano é essa imundície. A água entra no quintal daqui de casa e quando chega o inverno meus filhos nem brincam nele. Com essa limpeza a situação não é resolvida, mas ameniza um pouco”, reclamou o pizzaiolo Cleiton Marcelo, de 32 anos.

Cleiton Marcelo:

Cleiton Marcelo: limpeza ameniza situação

?

Rua fica obstruída com alma e mato alto

A limpeza foi feita pela Secretaria Municipal de Manutenção e Urbanismo (Semur), que disse ter sido procurada pela associação de moradores do bairro que relatou o problema.

“A secretaria trabalha muito em parceria com a comunidade e a associação procurou o secretário e houve um entendimento e um planejamento que nos permitiu estar aqui hoje. Essa rua estava intrafegável”, reconheceu o diretor de limpeza, Carlos Madeira.

Carlos Madeira:

Carlos Madeira: rua estava sem condições de tráfego

Carlos Alcântara, presidente da associação, disse que como a Santarém há mais oito ruas na mesma situação. E que com o inverno elas se tornam também intrafegáveis.

“Essas ruas estão em situação crítica e vamos continuar procurando a secretaria para que elas possam receber a mesma atenção”, disse Carlos Alcântara.

Carlos Alcântara:

Carlos Alcântara: Mais oito ruas no bairro na mesma situação

O diretor da Semur orienta que se alguém ver uma pessoa jogando lixo em lugar impróprio pode ligar para o disque denúncia da secretaria: 99147-1050.

Compartilhamentos