Compartilhamentos

De Santana, FERNANDO SANTOS

O município de Santana, que conta com mais de 100 mil habitantes, iniciou as aulas na rede municipal nesta segunda-feira,  20. Mais de 11 mil alunos estão matriculados e devem estudar nas 50 escolas que ficam nas zonas rural e urbana. Todos os colégios receberam reparos. Em uma delas, as aulas serão num prédio emprestado pelo prefeito Ofirney Sadala (PSDC).

Aula inaugural de boas vindas aos estudantes ocorreu na Escola Municipal Amazonas, uma das mais antigas da cidade, e que atende grande parte da rede pública. Uma bancada composta pelo prefeito, autoridades municipais, a secretária municipal de educação, Francinete Cardoso, e um aluno, deu inicio a cerimônia de volta às aulas.

Alunos na quadra da Escola Amazonas, onde ocorreu a aula inaugural. Fotos: Fernando Santos

Alunos na quadra da Escola Amazonas, onde ocorreu a aula inaugural. Fotos: Fernando Santos

Um grupo teatral animou o evento com apresentação voltada para boas práticas de ensino.

O prefeito Sadala falou das propostas da sua gestão, que começam por reestruturar e incentivar a educação municipal.

“Estamos aqui hoje tendo um contato direto com a comunidade, e queremos mostrar nosso compromisso com a população santanense, principalmente com nossas crianças e jovens da rede municipal de ensino, vamos buscar melhorias para atender as necessidades deles e com isso reerguer a situação da nossa educação que estava precária e sem estrutura”, garantiu.

Grupo teatral animou a garotada

Grupo teatral animou a garotada

A secretária municipal de educação falou da falta de estrutura dos colégios, inclusive da Escola Josicléia Guimbal, que ficava no Bairro Hospitalidade em prédio que era alugado, mas que estava com estrutura precária. O colégio vai passar a funcionar num prédio cedido, sem ônus ao município, pelo prefeito Sadala.

“O prédio era alugado e há um tempo estávamos recebendo diversas reclamações da população sobre a falta de estrutura, e acabamos tendo que paralisar as aulas nessa escola. Quando o prefeito Ofirney assumiu a gestão, ele transferiu nossas crianças para um prédio que é dele, e agora o ensino vai se adequar e vamos ter uma melhor estrutura e satisfação do alunado que usufruía da antiga estrutura”, disse ela.

“Estamos realizando em cada escola uma recepção diferenciada aos alunos, com uma breve apresentação do corpo docente, das novas atividades”, finalizou a secretária.

Compartilhamentos