Compartilhamentos
CÁSSIA LIMA
Aos 51 anos de idade, o magistrado João Guilherme Lages foi empossado como o mais novo desembargador do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) em solenidade realizada na manhã desta quinta-feira, 23. Lages preenche a vaga deixada pelo desembargador Dôglas Evangelista Ramos, que se aposentou em novembro de 2013.
“Eu recebi a notícia do desembargo da minha esposa e fiquei muito feliz porque nós já esperávamos. Há 6 anos eu venho lutando por este cargo e me preparando. Eu venho para contribuir”, frisou o desembargador empossado.
A posse de Lages, que tem 26 anos na magistratura, foi acompanhada por autoridades, familiares e amigos. Muitos prestaram homenagens e parabenizaram a conduta do magistrado.
“Esse é um novo passo na minha carreira jurídica, não só com o jurisdicionado, mas com toda a estrutura da justiça”, ressaltou Lages.
Novo desembargador é cumprimento por outros magistrados após o juramento. Fotos: Cássia Lima

Novo desembargador é cumprimentado por outros magistrados após o juramento. Fotos: Cássia Lima

Para o novo desembargador, promoção também deveria ser por antiguidade

Para o novo desembargador, promoção também deveria ser por antiguidade

Logo após a posse, ele concedeu entrevista a imprensa e destacou que o processo para a escolha de desembargadores deveria ser de outra forma.

“Nós deveríamos ter um processo por antiguidade, apesar de eu ser escolhido por merecimento, eu acredito que a antiguidade deveria ser o critério. E em casos mais específicos poderia ser um processo por meio de provas e títulos”.
A vaga foi ocupada pela juíza Stella Ramos por cerca dois anos, e após uma guerra judicial ela teve que deixar o cargo depois que o STJ e o CNJ consideraram a promoção dela irregular. 
Compartilhamentos