Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O limite diário do Passe Escolar e a falta de pontos de recadastramento são as principais queixas de usuários de meia passagem em Macapá. Por outro lado, o Sindicato das Empresas de Transporte Público (Setap), reclama das fraudes e usos indevido das carteirinhas.

O recadastramento das carteirinhas de meia passagem acontece até o dia 28 de abril e só pode ser realizado em dois pontos em Macapá: no Amapá Garden Shopping, na zona sul, e na sede do Setap, que fica na Avenida Padre Julio Maria Lombard, no Centro.

Devido a baixa procura, Setap vai abrir aos sábados. Fotos: André Silva

Devido a baixa procura, Setap vai abrir aos sábados. Fotos: André Silva

Dos 35 mil estudantes aguardados para  realizar a atualização, apenas 10 mil procuraram a entidade até agora. Por isso, os dois pontos funcionarão aos sábados.

Poucos pontos de recadastramento

A falta de mais pontos como esses, tem prejudicado estudantes que moram na zona norte de Macapá. Manuel da Silva Borges, de 69 anos, mora no bairro São José, ele conta que a distância torna o processo muito difícil para os dois filhos que tem que se deslocar para os únicos pontos de recadastramento. Ele pede a ativação de um novo ponto na zona norte.

“O único ponto que poderia nos ajudar era esse que ficava aqui na subprefeitura e que fechou. Depois passaram para o Terminal Rodoviário que também fechou. Agora tem esses dois tão distante daqui”, queixou-se o idoso.

setap- usuários

Estudantes questionam limite do uso diário

Limite de uso diário

Para estudantes que passaram a utilizar mais de quatro vezes a carteirinha diariamente, o limite de crédito é um abuso. Namibia Ketlen, de 18 anos, explica que mora na zona norte e usa a carteirinha para ir para a universidade que fica na zona sul, para isso ele usa quatro passes diariamente.

“Quando preciso ir na biblioteca tenho que desembolsar mais R$5,50 se quiser ir pra aula à noite. E quando for fazer cursinho para concurso público, como será?”, questiona a jovem.

Resposta do Setap

O sindicato garante que tem dirigido esforços para abrir um novo ponto de recadastramento e recarga na zona norte de Macapá. O diretor de bilhetagem, Artur Sotão, disse que devido a falta de segurança nos dois últimos pontos, o sindicato tem procurado parceiros que possam oferecer um espaço seguro e que possa suportar o movimento de usuários.

Artur Sotão:

Artur Sotão: Setap trabalha para implantar ponto de recadastro na zona norte

Quanto ao limite diário, ele explicou a posição do sindicato.

“Nos já recebemos a demanda de usuários que precisam de mais de 4 passes por dia e estamos estudando a possibilidade em atender o pedido”, disse o diretor sem dar um prazo para isso.

As fraudes em passe livre e no uso indevido das carteirinhas de meia passagem já levou a apreensão de centenas de carteiras. As falsificações grotescas impressionam. Falsificadores colam um outra foto no lugar do verdadeiro beneficiário.

“Quem paga por essa fraude são os usuários comuns”, falou Artur Sotão ao explicar que o valor dos benefícios tanto do passe livre quanto da meia passagem são retirados dos usuários comuns no momento do cálculo da tarifa.

Fiscais do Setap estão nos ônibus à procura de pessoas que estejam utilizando mau o benefício e apreendendo as carteiras.

Compartilhamentos