Compartilhamentos

LEONARDO MELO

Um grave acidente deixou duas mulheres feridas no fim da noite desta segunda-feira, 27, no Bairro do Beirol, zona sul de Macapá. Elas foram atropeladas por um carro desgovernado quando esperavam a condução em uma parada de ônibus. Com sinais de embriaguez, o motorista foi espancado por populares e depois preso pela PM.

O acidente ocorreu por volta das 22h40min, no cruzamento da Rua Leopoldo Machado com a Avenida Galibis.

Franciane Santos dos Santos, de 25 anos, e Maria Vaz dos Santos, da mesma idade, estavam aguardando o ônibus no abrigo quando foram atingidas pelo Pálio dirigido por Ederlan Pimenta da Costa, de 27 anos.

Motorista fugiu depois do atropelamento, mas bateu o veículo. Fotos: Olho de Boto

Motorista fugiu depois do atropelamento, mas bateu o veículo. Fotos: Leonardo Melo

O carro ainda andou 450 metros até chegar na Avenida Aimorés

O carro ainda andou 150 metros até chegar na Avenida Aimorés

Segundo a PM, depois do atropelamento ele continuou dirigindo por mais 150 metros até cair com o carro em um buraco e bater o veículo, já na Avenida Aimorés.

Quando a PM chegou ao local, ele estava sendo agredido por populares que presenciaram o atropelamento e socorreram as vítimas.

Depois de socorrido, ele se negou a fazer o teste de alcoolemia. 

“Ele estava muito agitado e chamando palavrões para as pessoas. Estava com os olhos vermelhos e falava muito. A equipe viu que ele não estava no estado normal dele”, comentou o tenente Túlio, do Batalhão de Trânsito da PM (BPTran).

Uma das vítimas foi socorrida em estado grave

Uma das vítimas foi socorrida em estado grave

As duas jovens foram levadas até o Hospital de Emergência de Macapá.  Uma delas teve duas vértebras da coluna quebradas e outras deslocadas. Ela vai passar por cirurgia. 

O motorista foi apresentado por embriaguez e lesão corporal no Ciosp do Pacoval. O delegado de plantão não arbitrou fiança. Ele será encaminhado para audiência de custódia ainda neste terça-feira. 

Tenente Túlio, do BPTran: luta contra a embriaguez ao volante continua

Tenente Túlio, do BPTran: luta contra a embriaguez ao volante continua

Compartilhamentos