Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, disse que Macapá e outras cidades com bom desempenho nas obras do Programa Minha Casa, Minha Vida, terão prioridade na aprovação de projetos e liberação de recursos para a nova etapa do programa. A afirmação foi feita durante encontro em Brasília com o prefeito de Macapá, Clécio Luis, e os senadores Davi Alcolumbre (DEM) e Randolfe Rodrigues (REDE). 

A reunião foi articulada pelo coordenador da bancada, Davi Alcolumbre (DEM). O Ministério das Cidades vai divulgar nos próximos dias as novas regras para habilitação empreendimentos para populações de baixa renda.

“(…) com prioridade os órgãos que têm boa execução do Minha Casa, Minha Vida, como é o caso da Prefeitura de Macapá, e que têm áreas públicas regularizadas. Este é o primeiro e um importante passo, porque só podemos analisar a viabilidade do projeto se ele estiver com a parte documental em dia”, informou o ministro Bruno Araújo.

Encontro articulado pelo coordenador da bancada, Davi Alcolumbre. Fotos: Ascom/Divulgação

Encontro articulado pelo coordenador da bancada, Davi Alcolumbre. Fotos: Ascom/Divulgação

O prefeito Clécio Luis apresentou a intenção de habilitar os projetos habitacionais nos bairros do Infraero, área do incêndio no Perpétuo Socorro e Fazendinha. Clécio informou que as áreas estão regularizadas em nome do município de Macapá. O Perpétuo Socorro, citou, já tem projeto arquitetônico e urbanístico pronto.

“Na nossa gestão, o município de Macapá saiu do número zero unidade construída para quase 3,5 mil. O Governo Federal reconhece o trabalho da prefeitura e, por isso, estamos oferecendo essas três novas áreas para a construção de moradias populares”, disse Clécio Luis.

Compartilhamentos