Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 23, a “Operação Glutão”. Foram cumpridos mandados judiciais contra acusados de participar de uma quadrilha especializada em assaltos a agências dos Correios no Amapá. Um funcionário dos Correios foi preso.

O nome da operação faz alusão à falta de saciedade por crimes do acusado de liderar o grupo. Ele não teve o nome divulgado, mas cumpre pena em liberdade condicional por tráfico e homicídio.

Os 35 policiais mobilizados na operação cumpriram 10 mandados em Macapá, sendo dois de prisão preventiva e um de prisão temporária (5 dias), além de dois de condução coercitiva, quando o suspeito é forçado a depor.

Ao todo, 35 policiais cumpriram mandados em Macapá. Foto: PF/Divulgação

Ao todo, 35 policiais cumpriram mandados em Macapá. Foto: PF/Divulgação

A PF não informou qual teria sido a participação do funcionário dos Correios nos crimes, mas, por meio de nota, disse que os investigados poderão responder pela prática dos crimes de roubo e porte ilegal de arma de fogo.

As investigações contaram com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar.

Compartilhamentos