Compartilhamentos

LEONARDO MELO

A Polícia Civil de Macapá prendeu um traficante apontado como sendo o principal distribuidor de drogas do Bairro Universidade, na zona sul de Macapá. Além de dois quilos de crack e maconha, policiais da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) apreenderam na casa do acusado uma pistola 380 carregada.

As investigações começaram ainda no ano passado quando foram realizadas prisões de suspeitos que seriam encarregados de fazer entregas.

Por volta das 15h30min desta quarta, os agentes da DTE estavam vigiando uma residência na Rua Dom José Maritano, no Universidade, quando viram Anderson Ruan da Silva Araújo, o “Bad Boy”, de 26 anos, deixando o imóvel.

Ele foi surpreendido pelos policiais. Com Bad Boy, os agentes acharam uma pedra de meio quilo de crack, além de porções de maconha.

Santana Beleza, de 45 anos, e Bad Boy, de 26, foram autuados em flagrante. Fotos: Leonardo Melo

Santana Beleza, de 45 anos, e Bad Boy, de 26, foram autuados em flagrante. Fotos: Leonardo Melo

Ao entrar na residência, a equipe encontrou Edvaldo Santana Beleza dos Santos, de 45 anos. Ele tinha uma pistola de fabricação tcheca que foi apreendida, além de mais drogas.

Santana Beleza, como é conhecido, já tem três passagens por tráfico de drogas e cumpriu pena pelo mesmo crime no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

“Ele vive disso, e ainda demonstra periculosidade porque porta uma arma de fogo. Santana Beleza é perigoso para a sociedade”, avaliou o delegado Sidney Leite, que comanda as investigações.

“As investigações vão continuar, e temos algumas informações. Mas o principal distribuidor da droga ali era o Santana Beleza”, acrescentou.

Pistola 380 de origem tcheca...

Pistola 380 de origem tcheca…

...e bastante munição

…e bastante munição

Santana Beleza e Bad Boy serão apresentados à Justiça nesta quinta-feira, 30, para audiência de custódia.  Eles foram autuados em flagrante por tráfico, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Crimes em cadeia

“O mais importante é acabar com esse ponto de distribuição e mostrar que faremos outras prisões”, analisou Leite.

De acordo com ele, muitos crimes são relacionados com o tráfico, e essa relação às vezes passa despercebida.

“Essas mortes têm relação com o tráfico. São elementos que não pagam os traficantes ou às vezes tem disputa entre os criminosos. A sociedade não sabe, mas o tráfico provoca uma série de crimes ao seu redor”, concluiu.

Delegado Sidney Leite: crimes ao redor do tráfico

Delegado Sidney Leite: crimes ao redor do tráfico

Compartilhamentos