Compartilhe

DA REDAÇÃO

Depois de dominar o primeiro tempo quando ganhava por um a zero, o Santos-AP tombou diante do Paysandu-PA na semifinal da Copa Verde, na noite desta terça-feira, 18, em Belém.

Fabinho colocou o Santos na frente convertendo um pênalti logo no início do jogo. O Paysandu sentiu o gol e não conseguia ligar os ataques pelas laterais. Mesmo assim, o time paraense ainda teve duas oportunidades reais de empatar.

O Santos estava calmo, administrando a partida e tentando aproveitar as chances. O time paraense estava nervoso. Aos 45 minutos, o goleiro Axel defendeu um forte chute de fora da área e por pouco o Paysandu não aproveitou o rebote.

O time paraense começou a ser pressionado pela torcida que vaiou intensamente o elenco ao fim do primeiro tempo. Um a zero classificava o Peixe da Amazônia, e se o Papão empatasse levaria o jogo para a disputa de pênaltis.

O Paysandu entrou em campo para o segundo tempo mais determinado e foi encontrando as brechas na zaga do Santos. Aos 6 minutos, Hayner chutou e Jeferson (Santos) quase conseguiu tirar, mas a bola acabou entrando. Era o gol de empate do Paysandu. 

Aos 12 minutos, um cruzamento de Batata quase termina no gol do Peixe. Dois minutos depois, no contra-ataque, Diogo Oliveira recebeu na área e deslocou Axel. Paysandu 2, Santos 1.

O time amapaense tinha que empatar para se classificar, mas aos 25 minutos Leandro escorou para dentro do gol do Santos após cruzamento. Paysandu 3, Santos 1.

A situação ficou ainda mais complicada com a expulsão de Balão Marabá depois de uma reclamação por falta não marcada contra Lessandro. 

Mesmo com um a menos o Santos não se entregou e teve duas grandes chances, uma delas com Fabinho. O Santos tinha mais posse de bola, mas não consegui o empate.

Apesar da desclassificação, o time deixou a competição de cabeça erguida, principalmente depois de eliminar o Remo e empatar na primeira partida com o Paysandu. 

Compartilhe