Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Agentes da Polícia Federal prenderam mais dois elementos envolvidos no furto ao Banco Santander, ocorrido na madrugada da última segunda-feira, 10, no Centro Comercial de Macapá. Eles estavam escondidos no forro da sede da OAB, que fica nos fundos da agência.

A OAB é um conselho federal. Os agentes estavam periciando o local na tarde desta segunda, 10, quando se depararam com Douglas Teylon Rodrigues da Silva, de 22 anos; e um menor de 17 anos. Eles foram flagrados quando estavam descendo do forro.

Funcionários e advogados que estavam no local ficaram assustados com a cena.

“Uma funcionária ficou apavorada. Um deles mandou ela não fazer barulho enquanto desciam, mas os agentes que estavam no local conseguiram prender eles”, relatou o advogado Charlle Bordalo, que viu toda a ação acontecendo.

Menor é conduzido pelo Bope. Fotos: Olho de Boto

Menor é conduzido pelo Bope. Fotos: Olho de Boto

Arma encontrada com um dos elementos escondido no forro da OAB

Arma encontrada com um dos elementos escondido no forro da OAB

Equipes do Bope que estavam dando apoio à PF, e também realizando diligências atrás dos envolvidos, efetuaram a prisão para que os agentes continuassem o trabalho de perícia no prédio. Um deles tinha um revólver calibre 38.

preso oab 1

Douglas Teylon Rodrigues da Silva, de 22 anos

O Santander confirmou que armas, coletes e munição foram levados da agência. Duas pessoas foram mortas em tiroteio com o BRPM. A PM afirma que eram pessoas envolvidas no furto. A família de um deles, que era vigia na OAB, diz que ele foi morto por engano por não usar uniforme. 

Compartilhamentos