Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Centenas de trabalhadores dos setores público e privado atenderam ao chamado da greve programada para esta sexta-feira (28). Um ato na Praça da Bandeira virou passeata no Centro de Macapá, e a programação só deve terminar a noite. 

Ainda cedo, às 8h30min da manhã, profissionais de várias categorias já se concentravam na praça com gritos de ordem, camisas brancas e da Central Única dos Trabalhadores (CUT). A entidade calcula que 10 mil trabalhadores participam das manifestações.

Concentração foi na Praça da Bandeira. Fotos: Cássia Lima

Lideranças sindicais de várias categorias organizam a mobilização

“Hoje é um dia histórico para os trabalhadores. Estamos desafiando esse governo corrupto que quer tirar nossos direitos trabalhistas e rasgar nossa dignidade”, frisou a secretária Executiva de Formação da CUT, Kátia Silene.
Os trabalhadores marcham contra as reformas da previdência e trabalhista promovidas pelo governo Michel Temer. Depois de passar pelas ruas do comércio, os servidores voltarão para a Praça da Bandeira onde continuam os atos, apesar da chuva. 

Kátia Cilene da CUT: desafiando governo corrupto

Atos prosseguem durante a tarde

Compartilhamentos