Compartilhe

CÁSSIA LIMA

A Semana Santa fechou sem nenhuma vítima fatal nas rodovias estaduais e federais do Amapá. Mas foi grande o número de pessoas dirigindo alcoolizadas ou sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal desde o dia 13 de abril até o domingo, 16, foram 908 veículos fiscalizados e 1.322 cidadãos contabilizados.  Ao todo, ocorreram 427 testes de alcoolemia e nenhuma prisão por embriagues ao volante. Além disso, 472 pessoas participaram do Cinema Rodoviário, que orientou motoristas e passageiros de um trânsito mais seguro.

operação no feriado contou com atividade como

Operação no feriado contou com atividades como o Cinema Rodoviário. Fotos: PRF/divulgação

Nos três municípios de atuação, movimento foi considerado tranquilo

Nos três municípios de atuação da PRF, movimento foi considerado tranquilo

A PRF desenvolveu ações em suas três unidades, em Macapá, Tartarugalzinho e Oiapoque, assim como também manteve fiscalizações ostensivas entre os municípios de Ferreira Gomes e Tartarugalzinho.

BPRE

O resultado da Semana Santa também foi positivo para o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) que fiscalizou 206 pessoas durante os dias da operação. Desse total, 41 motoristas estavam sem CNH, 33 sem cinto e 18 foram multados por ingestão de bebida alcoólica.

No ano passado, o Batalhão registrou 10 acidentes e nenhuma vítima fatal, esse ano foram 9 acidentes sem nenhuma vítima. A fiscalização se concentrou nas rodovias, especialmente na AP-070 e na Rodovia do Mazagão que teve um aumento no fluxo depois da inauguração da Ponte da Integração.

Fiscalização na rodovia para Mazagão foi intensificada

Aumento do fluxo de veículos na Rodovia do Mazagão exigiu maior fiscalização

“Nós consideramos os dados muito positivos e apesar, de a gente registrar um aumento de autuações na JK e na Duca Serra por ingestão de bebida alcóolica, acreditamos que é por causa de uma maior fiscalização”, destacou o comandante do BPRE, capitão Rodinele Marques.

Compartilhe