Compartilhe

DA REDAÇÃO

Um acordo entre a Federação do Comércio do Amapá (Fecomércio-AP) e o sindicato que reúne os trabalhadores estabeleceu uma folga diferenciada por atividades durante a Sexta-Feira de Aleluia, dia 14.

As empresas de materiais de construção, calçados, materiais de escritório, papelaria, móveis, eletrodomésticos, varejo e atacado de alimentos não funcionarão apenas no dia 14. Os shoppings centers abrirão, mas as lojas ligadas a essas atividades também ficarão fechadas. 

A exceção no restante da capital valerá apenas para bares, restaurantes, farmácias, bares, hotéis, “pois se enquadram dentre as atividades econômicas essenciais”. No sábado, 15, todo o comércio reabrirá normalmente.

No funcionalismo público estadual e na capital do Amapá a folga será mais prolongada. O governador Waldez Góes (PDT) e o prefeito Clécio Luis (REDE) decretaram ponto facultativo nesta quinta-feira, 13, com retorno às atividades apenas na próxima segunda, 17. 

E no próximo fim de semana a situação deverá ser a mesma, já que o feriado de Tiradentes cairá na sexta-feira, 21. Ou seja, haverá um novo feriado prolongado.

Compartilhe