Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Seguindo a tradição de todos os anos, centenas de macapaenses lotam feiras atrás do prato principal da Semana Santa, o peixe. Nna feira do Pacoval, na zona norte da cidade, havia até filas para levar o pescado mais fresco para casa.

Produtores faturam com aumento da procura

Produtores faturam com aumento da procura

Muqueca, frita ou assada, o que importa é ter o produto na mesa nestes dias da Páscoa. As filas pra conseguir o pescado foram um dos obstáculos enfrentados para quem deixou para comprar mais tarde.

“Não tem importância pegar fila, o importante é levar o peixe pra casa para comer amanhã”, disse Francy Barbosa, de 36 anos.

Apesar da fila, consumidores não reclamam por conta do barateamento dos preços

Apesar da fila, consumidores não reclamam por conta do barateamento dos preços

PEIXE 3

Governo e prefeitura realizam ações de incentivo a produtores

Para a professora Rosilena Araujo, a única situação que impede que ela e a maioria das pessoas não consumam peixe durante outros dias é o preço.

“Nesse programa aí da prefeitura e do governo, os preços até que baixam um pouco e já serve como uma ajuda. Seria bom se ele durasse o ano todo”, disse a professora.

O pescado ao preço acessível faz parte do programa Peixe Popular, do governo do Estado, e o Peixe Vivo, da Prefeitura de Macapá. Os projetos ocorrem em parceria com produtores locais. Os carros com os pescados estão espalhados por várias feiras da cidade, onde o consumidor pode levar o quilo do produto a até R$ 10.

Peixe frito para os dias de Semana Santa

Peixe frito para os dias de Semana Santa

Compartilhamentos