Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O canal que fica entre a Avenida Canal do Jandiá e Rua Mato Grosso, entre os Bairros Pacoval e São Lázaro, na zona norte de Macapá, voltou a transbordar na tarde desta quarta-feira (26). Todo período de maré alta, os comerciantes das redondezas já sabem o que lhes espera. A água invadiu uma oficina e uma loja de materiais de construção.

O boletim do tempo divulgado está manhã pelo Núcleo de Meteorologia do Instituto de Pesquisas Cientificas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa) não  previu o transbordamento do canal quando fez o anúncio da maré alta, o que acabou ocorrendo às 15h30min.

Problema não se resolve mesmo com manutenção do local, afirmam comerciantes. Fotos: André Silva

Transbordamento 4 vezes por ano

A cheia do canal é um problema antigo e mesmo uma obra recente da Prefeitura Municipal de Macapá não pôde impedir a invasão das águas. Há alguns anos, a PMM colocou anilhas para a passagem da água de um lado para o outro e realiza limpezas constantes no local. 

Rui dos Santos, de 37 anos, é funcionário de uma loja de materiais de construção que fica às margens do canal. Ele, que já trabalha no local há oito anos, disse que o problema é constante. O comerciário acha que a prefeitura precisa aumentar o nível da rua para que a água tenha vazão.

“Todo ano é isso. Mesmo com a limpeza que a prefeitura faz de tempos em tempos, não resolve. Se estivesse chovendo a situação estaria pior”, reclamou o trabalhador.

Rui dos Santos: chuva piora situação

Juarez Ferreira, de 55 anos, tem uma oficina no local. Ele já mora e trabalha ali há mais de 20 anos. Todas as vezes que o canal transborda a água invade a oficina.

“Todos os anos tenho que me preparar. Isso acontece pelo menos umas 4 vezes no ano e já estamos acostumados. O bom seria se a prefeitura fizesse uma obra que prestasse”, queixou-se o mecânico.

Juarez Ferreira: oficina inundada

A Secretaria de Obras de Macapá (Semob) disse que não tem nenhuma obra prevista para o local e que vem se unindo com a Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística ( Semur), realizando limpezas constantes no canal e isso tem facilitado o escoamento da água.

Compartilhamentos