Compartilhe

OLHO DE BOTO

A tentativa de assalto a um estabelecimento comercial no Bairro Pacoval, zona norte de Macapá, foi frustrada graças a reação da própria vítima na manhã desta quarta-feira, 12.

Rodrigo Amorim da Silva, de 18 anos, usava um simulacro de arma de fogo e estava muito nervoso, segundo testemunhas. O criminoso acabou sendo espancado pelo comerciante e por populares até a chegada da polícia.

Simulacro usado por infrator. Fotos: Olho de Boto

Simulacro usado por infrator. Fotos: Olho de Boto

De acordo com o comerciante, que preferiu não se identificar, o infrator chegou a transitar pelo local e fingiu que iria comprar uma camiseta. Ao chegar na sua vez de ser atendido, Rodrigo Amorim sacou o simulacro e anunciou o assalto.

O nervosismo do rapaz acabou instigando a reação da vítima em se defender. Os dois acabaram travando luta corporal que foi interrompida por populares que capturaram o ladrão. 

De acordo com o aspirante a oficial Carlos Moraes, do 6º BPM, quando a equipe de policiais chegou até o local o infrator estava sendo linchado. 

ladrao apanha 6

Rodrigo Amorim da Silva foi espancado após assalto fracassar

“A PM conseguiu afastar a população que estava batendo nele e demos voz de prisão. A vítima não sabia dizer se se tratava de uma arma real ou não”, disse o aspirante Moraes.

O policial disse ainda que não é recomendável que a vítima reaja a um assalto.

aspirante a oficial Carlos Moraes, do 6º BPM: cidadão não deve reagir a assalto

aspirante a oficial Carlos Moraes, do 6º BPM: não é recomendável reagir a assalto

“A Polícia Militar não recomenda que o cidadão reaja a um assalto. Sua vida vale mais que isso”, concluiu.

Rodrigo Amorim da Silva foi levado para o Ciosp do Pacoval para as devidas providências. Segundo a PM, ele não tem passagem pela polícia.

Compartilhe