Compartilhamentos

SELES NAFES

O vereador Japão Baia (PDT), que está no primeiro mandato em Macapá, decidiu comprar briga pra valer com a prefeitura. Ele articula o apoio dos demais vereadores para conseguir a exoneração da secretária de Saúde de Macapá, Silvana Vedovelli. Tudo porque ela ainda não atendeu a uma convocação dele para ir à Câmara.

A PMM informou na noite desta terça-feira (2) que ela está em viagem oficial, mas que dará as informações solicitadas pelo parlamentar.  

Japão faz parte do grupo político do deputado licenciado Ericláudio Alencar (PDT), e nesta terça-feira começou a reunir assinaturas necessárias para ver Vedovelli fora do cargo. Segundo ele, o requerimento já tem 8 assinaturas e precisaria de 12 votos para ser aprovado. O documento teria a força, segundo ele, para retirar a gestora do cargo.

Vereador Japão Baia (PDT): esperando explicações sobre a rede de saúde da zona rural

Secretária de Saúde de Macapá, Silvana Vedovelli, pediu agendamento para 11 de maio. Foto: Arquivo

“Hoje esgotou o prazo para ela se apresentar e dar explicações, e simplesmente não apareceu”, disse o vereador.

Ofício solicita agendamento para o dia 11 de maio. Foto: Ascom/PMM

Japão justifica a convocação afirmando que fez fiscalização em várias unidades de saúde da zona rural de Macapá, e encontrou problemas.

“Tem uma unidade que está sem médico há 1 ano. Em outra comunidade só tem UBS funcionando porque a igreja emprestou o prédio. Além disso o lixo hospitalar não está sendo recolhido devidamente pela empresa contratada pela prefeitura”, resume o vereador.

A assessoria da Semsa enviou ao portal SELESNAFES.COM foto de um ofício que mostra que a secretária solicitou à CMM, no último dia 28, o agendamento de sua ida ao plenário da Casa no próximo dia 11 de maio. Além disso, explicou a assessoria, a convocação deveria ter sido feita ao gabinete do prefeito, e não diretamente à Semsa. 

Compartilhamentos