Compartilhamentos

De Santana, FERNANDO SANTOS

Santana é o segundo mais populoso município do Estado do Amapá, com mais de 100 mil habitantes, e possui uma frota que ultrapassa 9 mil veículos. O transporte público não é tão eficaz na região, o que garante espaço para a clandestinidade.

Nos últimos dias, a Superintendência de Transporte e Trânsito de Santana (STTrans) vem intensificando ações em combate ao transporte irregular de passageiros, com alvo principalmente, nas conhecidas lotações Santana/Macapá. São infratores que buscam pelos passageiros de coletivos no ponto dos ônibus, prática arriscada.

“Nossa intenção é coibir a prática de transporte irregular de pessoas, visto que esses veículos e condutores não tem autorização legal para explorar o serviço, além de que muitas denúncias são chegadas a nós. Algumas graves, como assédio e até um suposto caso de estupro”, informou o superintendente da STTrans, Josiney Pereira Alves.

Lotações Santana/Macapá são as mais comuns detectadas na fiscalização. Fotos: STTrans

Em várias barreiras montadas em pontos estratégicos da cidade, a STTrans já identificou mais de 30 veículos promovendo o transporte clandestino em Santana.

Taxista há mais de 20 anos, Marinelson Brandão avalia a iniciativa de forma positiva.

“É importante que tenha sempre a fiscalização. Nós taxistas sentimos no bolso o prejuízo do transporte irregular”, disse o taxista.

Compartilhamentos