Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Quando o dinheiro público é empregado com respeito e planejamento, é a sociedade quem ganha. Exemplo disso ocorre na Escola Estadual Gabriel de Almeida Café, localizada na Avenida FAB, Centro de Macapá. A escola inaugurou o primeiro refeitório climatizado da rede pública do Estado.

A abertura do novo espaço que custou aproximadamente R$ 15 mil e pode acomodar até 100 alunos sentados. A abertura ocorreu na tarde desta terça-feira (16).

Antes, os alunos pegavam a refeição na cozinha, também mal estruturada, e tinham que ficar de pé ou sentados pelo chão.

Novo espaço é mais eficiente para servir alimentos com dignidade e conforto. Fotos: André Silva

Diretor Mai Sarraf: um sonho realizado

O local funciona agora o novo refeitório era usado como sala de leitura e multiuso. As atividades foram transferidas para mais duas salas que também foram recém construídas.

O diretor da escola, Mai Sarraf, considerou que o espaço atende ao anseio da comunidade escolar, e disse que também havia dificuldade na manipulação dos alimentos por parte das merendeiras.

“Esse foi um sonho realizado. A adequação veio por meio do recurso de manutenção. Quando a Secretaria Estadual de Educação cumpre com sua obrigação nos favorece como gestor e nos possibilita melhorar a estrutura para os nossos alunos”, reforçou o diretor.

Para os alunos, um espaço como este possibilita uma interação maior com outros alunos e traz conforto.

“Agora vamos poder comer com mais tranquilidade. Antes pegávamos o lanche no sol quente e comíamos em pé mesmo”, ressaltou a estudante Kelen Pinheiro, de 17 anos.

Kelen, de 17 anos: comer com mais tranquilidade

A sala conta com 10 mesas, cada uma com 10 cadeiras, duas centrais de ar e uma pia para a higienização das mãos. Além das mesas, a escola recebeu um fogão industrial novo doado pela Escola Estadual Deuzolina Sales Farias.

Compartilhamentos