Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um mototaxista foi assassinado na manhã deste domingo (7), na zona norte de Macapá. Colegas de profissão fizeram um protesto e tentaram invadir o Ciosp do Pacoval, onde o suspeito estava preso.

O homicídio ocorreu por volta das 7h30min da manhã, próximo da Ponte Sérgio Arruda, no Bairro do Pacoval. 

“Foi parado como se quisesse uma corrida. Tudo leva a crer que ele tentou assaltar o mototaxista. Eles travaram luta corporal”, comentou o tenente Gilson, do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM). Contudo, a moto da vítima não foi levada do local.

Depois do crime, o assassino fugiu para uma área de invasão no Canal do Jandiá. Os policiais militares fizeram buscas no local, e encontraram o acusado que foi identificado como Alcicley dos Santos Ferreira, de 21 anos.  

Vítima morreu ainda no local. Fotos: Olho de Boto

A vítima foi Jean Marino Pereira de Jesus, de 38 anos. Uma ambulância do Samu chegou ao local, mas ele morreu antes de receber atendimento médico.

“Encontramos sete perfurações compatíveis com arma branca em várias partes do corpo, braços, tórax e nas costas. Pode ter mais facadas, só que a gente evita tirar a roupa da vítima no local. Vamos ver isso na Politec”, comentou o perito da Polícia Técnica do Amapá, Odair Monteiro.

O crime foi presenciado por um colega de profissão.

“Era meu amigo, meu parceiro. Ele estava rodando e pegou o passageiro que mandou ele parar aqui. Acho que ele já estava com a intenção de matar ele”, disse o colega que viu tudo acontecer.

Alcicley foi encontrado em uma invasão

Policiais de vários batalhões foram chamados para o Ciosp do Pacoval

Depois da prisão do criminoso, mototaxistas foram para o Ciosp do Pacoval. Foram necessários policiais de vários batalhões para conter os manifestantes que ameaçavam invadir o prédio.

“Isso pode acontecer com qualquer um. Está muito perigoso. Acontece muito. Somos vulneráveis. A gente não sabe se o cliente é bandido”, comentou o mototaxista Abides Uchoa.

Vítima tinha 38 anos

Compartilhamentos