Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O ministério Público do Amapá (MP-AP) realizou uma inspeção surpresa na quarta-feira (24) na Escola Estadual Jesus de Nazaré. A visita ocorreu para apurar possíveis irregularidades nas obras de reforma da escola, que é realizada desde o primeiro semestre de 2016.

De acordo com o MP, a reforma deveria ter sido concluída em 180 dias, mas se arrasta, completando já um ano.

Promotor Roberto Alvares inspeciona estrutura da escola. Fotos: ascom MP

O titular da Promotoria de Defesa da Educação da Comarca de Macapá, Roberto Alvares, foi informado que não estão sendo repassados pelo governo do Estado os recursos para que a empresa GHR Construções e Terraplanagem conclua o serviço.

Segundo o promotor Roberto Alvares, o objetivo da inspeção é saber se está havendo investimento correto do recurso público. Ele diz também que se alguma ilegalidade for descoberta, o Ministério Público tomará as medidas jurídicas disponíveis.

“No Amapá, temos notícias de casos de irregularidades na aplicação de recursos públicos em contratações de obras em Escolas, Caixas Escolares, Transportes Escolares, manutenções, etc. Também poderemos observar aquilo que pode ser prevenido para que se evite, a partir de uma nova consciência, o mau gerenciamento dessas verbas públicas, aplaudindo os que zelam pelo seu bom uso”, explicou Roberto Alvares.

Compartilhamentos