Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Os serviços de odontologia e oftalmologia foram os mais procurados pela população durante a semana de mutirão no Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate, os Capuchinhos. A ação em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) atendeu mais de 2 mil pessoas esta semana.

“Eu tava precisando muito de atendimento. Minha visão do lado esquerdo está toda comprometida. Agora, graças a Deus só vou comprar meus óculos”, disse a dona Neuzira Lemos, de 52 anos que foi atendida nesta sexta.

Dona Neuzira recebe atendimento. Fotos: Cássia Lima

Segundo a administração do Centro, até a manhã desta sexta-feira (19), foram contabilizados 833 atendimentos para a oftalmologia, 552 para a odontologia, 129 para a clínica médica, 90 para pediatria, 219 na massoterapia, 147 testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite e mais de 282 exames laboratoriais.

“Os dados ainda não foram finalizados e ainda temos consultas agendadas. A procura foi muito acima do esperado. Mas a gente conseguiu alcançar um público alto, inclusive, com atendimento de pacientes do Mazagão, Ferreira Gomes e Breves”, ressaltou a administradora do Centro, Ivanete Mendes.

Ivanete Mendes: atendimentos continuarão para consultas agendadas

De acordo com ela, ainda existem mais de 513 agendamentos do mutirão que devem ser consultados nas semanas seguintes. Além disso, ainda há a demanda desta sexta-feira que ainda não foi incluída na estatística.

O mutirão só foi possível com a parceria da Sesa. Juntas as duas instituições disponibilizaram 23 odontólogos, 10 oftalmologistas, 7 clínicos gerais, 4 fisioterapeutas, 4 voluntários e mais acadêmicos que auxiliaram nos atendimentos.

Compartilhamentos