Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Com tantos casos de pessoas que caem em golpes de todos os tipos Brasil afora, existem, porém, aqueles mais precavidos e que não se deixam levar. Uma pessoa que quase foi ludibriada pela conversa de um golpista decidiu compartilhar a experiência. Ele revela quando percebeu que a oferta de dinheiro fácil não passava de enganação.

O suposto agente de crédito que se apresenta nas redes sociais como João Mata Machado (o nome pode ser falso) alimenta um perfil na internet com propaganda de empréstimos que vão de R$ 5 mil  a até R$ 15 mil, e que podem ser pagos em 3 anos. O número de contato que ele disponibiliza nos anúncios tem o DDD de Minas Gerais.

Um homem, que não quis se identificar, disse que viu o anúncio em um grupo de compra e venda que participa no Facebook. Ele conta que o suposto agente oferecia empréstimo para funcionários públicos e pensionistas do INSS, além de funcionários de empresas privadas.

“Eu pesquisei na página dele no Facebook e percebi que muitas pessoas estavam chateadas, pois teriam caído no golpe que ele estaria tentando me dar. Foi então que resolvi averiguar. Mandei mensagem para ele perguntando como faria para conseguir um empréstimo”, falou.

Página do acusado no Facebook

Suposto agente comunica que cadastro foi aprovado, mesmo com dados falsos

 

 

Momento em que o suposto agente se irrita com a desconfiança

 

A quase vítima, conta que assim que fez a pergunta o homem lhe pediu os dados pessoais como RG, CPF e endereço.

“Eu passei uns dados, só que errados. Minutos depois ele disse que o empréstimo tinha sido aprovado no valor de R$ 5 mil. Perguntei pra ele com quanto tempo o dinheiro caía na conta e ele disse que em duas horas, que eu só tinha que pagar o seguro financiamento para que a operação fosse concluída. Ele queria que eu pagasse e enviasse o comprovante por mensagem”, contou.

Logo, ele percebeu que tudo não passava de uma tentativa de golpe e divulgou as fotos da conversa que teve com o homem para alertar seus amigos para que eles não fossem vítimas.

Pessoas ameaçam o suposto agente

Averiguação

O corretor financeiro, Messias Silva, que já atua no mercado de empréstimos há mais de sete anos, explica que o tal seguro financiamento existe. Porém, a pessoa que está pedindo o empréstimo teria que assinar um contrato no banco pessoalmente para efetivar a operação.

Ele explica que cada banco tem suas políticas e assegura que nenhum agente é autorizado a pedir a antecipação de valor nenhum.

“As pessoas devem procurar agências financeiras que estejam todas em dia com suas responsabilidades, que possua CNPJ e que já tenha credibilidade no mercado”, explicou o profissional.

Compartilhamentos