Compartilhamentos

SELES NAFES

Uma turma de economistas formada na Universidade Federal do Pará (UFPA) vai se reencontrar 35 anos depois. Será em junho, num almoço em Belém. Alguns moram em Macapá.  

Eram cerca de 50 alunos. Depois de quatro anos de estudos a colação de grau da turma de 1981 foi em grande estilo. O local escolhido foi o emblemático Teatro da Paz, e com a presença de um paraninfo importante: o economista Celso Furtado.

Além de escritor, Celso Furtado foi ministro de Estado duas vezes: uma no governo João Goulart, quando comandou a pasta do Planejamento; e depois no governo Sarney como ministro da Cultura.

Para relembrar esses e outros momentos, a turma decidiu se reencontrar.

“O objetivo é comemorar os 35 anos. Muitos já se aposentaram porque já trabalhavam naquela época”, lembra a economista Graça Oliveira, que depois de muitos anos na iniciativa privada dirige um escritório de contabilidade na capital, Belém.

Alguns amigos da turma de 1981 continuam se encontrando para boas prosas. Fotos: Arquivo pessoal

Depois da formatura em 1981, muitos colegas permaneceram no mercado paraense. Entretanto, outros foram morar em estados como, Amapá, Alagoas e Ceará. Pelo menos duas economistas da mesma turma estariam morando em Macapá. Seriam, Emília Filha e Eny Almeida.

“Temos contato com alguns que já confirmaram que virão para o encontro. Os que ficaram por aqui temos encontros frequentes e também participarão. Alguns estão em Macapá, mas ainda não sabemos quantos”, comentou a economista que ajuda na organização do encontro.

A reunião dos antigos amigos será durante almoço no Hotel Princesa Louçã, o antigo Hilton Hotel, em frente à Praça da República, no dia 16 de junho.  Os amigos estão se organizando em um grupo de WhatsApp, pelo número (91) 98826-3123.

Compartilhamentos