Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

As quatro escolas da rede estadual de ensino irão escolher na próxima quarta-feira (14) os seus diretores usarão urnas eletrônicas.

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP)realiza parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seed) no processo de eleição. Além de fornecer as urnas eletrônicas, técnicos do Tribunal Eleitoral também darão treinamento para os mesários.

A comunidade escolar decidirá quem serão os gestores pelos próximos três anos nas seguintes unidades: Deusolina Salles Farias, Azevedo Costa e Gonçalves Dias, em Macapá, e Augusto Antunes, em Santana.

Escola Azevedo Costa é uma das unidades em que ocorrerá a votação. Foto: arquivo/SELESNAFES.COM

Os pleitos terão como votantes professores, funcionários, estudantes com mais de 16 anos e pais de alunos que não têm idade para votar. Uma mudança nas eleições que ocorrerão é que o voto deixará de ser paritário, onde um segmento escolar tem mais peso que o outro, e passa a ser o voto universal, onde todos têm o mesmo valor.

O processo, coordenado pela Seed, vai eleger diretor, diretor adjunto e secretário escolar.

No colégio Deusolina Salles Farias não haverá votação direta, pois houve apenas um inscrito para cada cargo. Será feita uma assembleia geral para referendar, ou não, os candidatos inscritos.

Já nas escolas Azevedo Costa, Gonçalves Dias e Augusto Antunes, dois candidatos disputam os cargos de diretor e de adjunto. Para a secretaria, houve apenas um candidato inscrito em cada uma das três escolas. Os nomes serão referendados, ou não, nas urnas, onde o votante poderá confirmar o número do candidato, ou votar em branco, caso discorde.

Compartilhamentos