Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Agência de Pesca do Amapá (Pescap), órgão subordinado ao governo do Estado, decidiu aproveitar o Dia de São Pedro para realizar a 2ª edição do ano do projeto Peixe Popular. Mais de 60 toneladas estão sendo vendidas por R$ 9 em quatro pontos de Macapá.

– Marabaixo – Arena do Marabaixo 3

– Araxá – em frente à UPC/PM

– Buritizal – Feira do Produtor

– Zerão – Primeira Arena

A 1ª edição do ano ocorreu durante a Semana Santa. Desta vez, uma das novidades é criação de um módulo, no Bairro do Buritizal, que tem peixes vivos, peixes frescos e hortaliças cultivadas por piscicultores do Distrito do Coração. A ideia é estimular cada vez mais a criação de peixes associada ao cultivo de vegetais, a chamada aquaponia. 

“Essa técnica foi introduzida nas propriedades rurais de Macapá e Santana. Quem tiver interesse pode procurar a Pescap a gente faz o projeto técnico e encaminha para a linha de crédito”, informou o presidente da Pescap, Clésio Cardoso.  

Vegetais cultivados junto com a criação de peixes. Foto: Reprodução

A ideia é fazer o mesmo projeto a cada dois meses em parceria com as colônias de pescadores e criadores de peixes. O subsídio para baixar o preço do peixe, e também para o fomento, são de recursos de uma emenda de R$ 3 milhões indicada pelo deputado federal Marcos Reátegui (PSD).

“Na verdade nós só estamos tocando esse projeto porque tem esse recurso”, acrescentou Cardoso.

Deputado federal Marcos Reátegui destinou R$ 3 milhões para o setor: fomento no interior do Amapá

Araguari

Os recursos da emenda também serão usados para o desenvolvimento da piscicultura na região do Rio Araguari, onde pescadores estão reclamando da escassez de peixe, principalmente por causa do processo de salinização do rio.

A Pescap vai construir cerca de 250 tanques/rede ao longo do rio para a criação de tambaqui, pirapitinga, curimatã e apaiari.

“A ideia é produzir o apaiari, que é exclusividade nossa, em grande quantidade para o restante do Brasil”, adianta o presidente da Pescap. O apaiari é um peixe de água doce muito que lembra o tucunaré na aparência e no sabor da carne.

Compartilhamentos