Compartilhamentos

De Oiapoque, HUMBERTO BAÍA

Em Oiapoque, no norte do Amapá, agricultores que moram a 110 km da sede do município, na comunidade do Km 1º do Casiporé, são assistidos pelo escritório local do Instituto de Desenvolvimento Rural Amapá (Rurap).

A comunidade fica localizada a 110 km da sede do município, na margem da BR 156. Além dessa localidade, os técnicos do Rurap realizaram no último fim de semana atendimento especializado em diversas aldeias da região do rio Uaçá. 

Apesar dos atoleiros, equipe chega na região para atendimentos. Fotos: Humberto Baía

Atendimento da equipe em aldeia

Os agricultores buscam atendimento técnico para melhoria de sua produção agrícola e pecuária. O escritório também faz o cadastro em políticas públicas, como o PAA,  PNAE e Pronaf.

Chegar nas comunidades nessa época do ano não é tarefa fácil para os técnicos.

“Apesar das dificuldades, atendemos os agricultores. Mesmo com os atoleiros que se formam por conta das chuvas na região”, diz Wescley Mendes, engenheiro agrônomo responsável pelo escritório de Oiapoque.

Condições precárias da estrada

Técnicos percorrem o rio Uaçá para realizar atendimentos

Apoio para o turismo

Na região do KM 1º do Casiporé, existem vários rios e igarapés, o que também atrai um grande número de pessoas durante o verão. Vários assentados também buscam atendimento do Rurap para melhorar a infraestrutura, visando receber turistas e visitantes.

 

Paisagem propícia ao turismo

Compartilhamentos