Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Dois criminosos numa moto roubada e armados fizeram no mínimo 4 assaltos em sequência, segundo a Polícia Militar do Amapá. A aventura criminosa terminou em acidente, quando a dupla estava sendo perseguida pela PM pelas ruas de Macapá.

Os crimes ocorreram num intervalo de poucas horas na noite de quinta-feira (6). Emerson Patrick dos Santos Morais, 22 anos; e Caio Lins Costa Abdon, de 20 anos, foram presos quando se chocaram com um carro na Rua Eliezer Levi, onde entraram na contramão para escapar das viaturas.

O choque derrubou a motocicleta. Caio Abdon ficou no chão com uma perna quebrada, enquanto o comparsa tentou fugir a pé, mesmo ferido. Não demorou para que ele fosse alcançado e imobilizado.

Caio Abdon foi levado para o HE com uma das pernas quebrada. Fotos: Olho de Boto

Mesmo ferido, Emerson Morais tentou fugir a pé depois do acidente

No Ciosp do Pacoval, as vítimas começaram a chegar. Oito, no total. Uma das vítimas, o dono de um bar no Buritizal, foi assaltado pelos dois por volta das 19h. Um cliente entregou os pertences, mas o comerciante, que tinha acabado de abrir as portas, se recusou a entregar o celular para os criminosos por achar que a arma de fogo era falsa.

“Eu não acreditei, foi aí que ele puxou a arma e engatilhou. Ele queria meu celular, que é meu instrumento de trabalho, e eu não daria de jeito nenhum. Eu disse pra ele levar tudo o que quisesse do bar. O colega dele, que ficou na moto, mandou dar um tiro em mim”, lembrou o comerciante.

Proprietária da moto foi contatada pela PM

Na verdade, o bar foi o último alvo da noite. Os arrastões teriam começado no Novo Horizonte, na zona norte, continuaram na Fazendinha e terminaram no Buritizal, quando a PM avistou os criminosos e iniciou a perseguição.

Apenas uma arma branca foi encontrada, apesar das vítimas terem relatado que eles estavam com uma arma de fogo, que pode ter sido jogada fora durante a fuga.

“A arma de fogo não foi encontrada, mas a arma branca, sim. Durante o acompanhamento tático (perseguição) eles foram se livrando de alguns objetos”, lembrou o tenente César, do 6º Batalhão da PM.

A moto usada pela dupla tinha sido roubada há quase uma semana na zona norte.

“Entramos em contato com a proprietária que confirmou que a moto foi roubada no sábado (1º) por volta das 16h, no Jardim Felicidade. Um deles já confirmou que tinham essa prática de fazer arrastões”, acrescentou o oficial.

A PM também acredita que os criminosos tinham apoio de outra dupla motorizada, mas que ainda não foi identificada.

Compartilhamentos