Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A Polícia Rodoviária Federal no Amapá terá plantão de 4 horas diários nos próximos meses. O motivo é o corte no orçamento do repasse federal que chega a 44%. As unidades de Macapá e Oiapoque terão serviços limitados.

A corporação vai limitar as rondas e atuação em cidades do interior para se adequar ao novo orçamento. Além disso, haverá a redução no horário de atendimento ao público, que será limitado a quatro horas por dia, de 8h às 12h.

Rondas nas rodovias serão suspensas com por conta da crise. Fotos: PRF

“Nosso orçamento é consumido pela folha de pagamento, então vamos cortar muitos excessos. Não vamos contratar estagiários e vamos fazer racionamento no uso de energia e água”, destacou o superintendente da PRF no Amapá, Klebson Sampaio.

Com os cortes, a ideia de uma terceira unidade no município de Tartarugalzinho será suspensa por prazo indeterminado por falta de dinheiro para a construção.

A mudança na prática será a suspensão das rondas em todas as rodovias. A partir desse mês, as prioridades serão as vítimas de acidentes e auxílios que precisem da Polícia Rodoviária.

O corte é em decorrência do contingenciamento de verbas decretado pelo Governo Federal em março deste ano. 

Compartilhamentos