Compartilhamentos

JÚLIO MIRAGAIA

Um desentendimento ocorrido na madrugada deste sábado (29), em um posto de gasolina na Rodovia Juscelino Kubistscheck, entre o cinegrafista Charles Maduro, de 40 anos, e um tenente da Polícia Militar, terminou com o profissional de imprensa baleado na coxa esquerda.

A família do cinegrafista e o relatório da polícia contam versões distintas sobre o caso.

De acordo com a filha da vítima, Ana Karolyne, de 20 anos, o pai, que está internado no Hospital de Emergências (HE), relatou que havia parado no estabelecimento para abastecer.

Raio x indicando a presença da bala no fêmur da vítima. Fotos: enviadas pela família

Maduro teria visto que o tenente Jadson da Silva Bacelar brigava com sua esposa e tentou intervir para evitar que a mulher fosse agredida. 

“Meu pai entrou numa loja de conveniências, quando saiu viu a briga e pediu para o homem não fazer isso. Na hora que saiu falou com o cara que tava brigando com a mulher, o tenente sacou a arma, meu pai foi pra trás e ele atirou”, contou a filha do cinegrafista.

Já o relatório da polícia trata o caso como se a esposa do tenente tivesse sofrido uma tentativa de assédio de Charles Maduro e que ele teria atirado uma garrafa conta o policial, que revidou atirando.

O próprio tenente Jadson da Silva Bacelar, que é lotado no município de Porto Grande, foi quem acionou o socorro de urgência e alega no relatório que a vítima aparentava estar muito embriagada.

O policial se apresentou espontaneamente no Ciosp do Pacoval, onde prestou depoimento.para o delegado de plantão.

Cinegrafista teria tentado impedir agressão de marido contra esposa, afirma família

Estado de saúde da vítima

Charles Maduro está internado no HE e está consciente. Apesar de não correr risco de morte, seu estado é considerado crítico, segundo familiares.

O cinegrafista passou por uma pré-cirurgia pela manhã, mas precisará ainda passar por um novo procedimento para a retirada da bala, que está alojado no fêmur.

“No HE pode levar até 4 meses para conseguir a cirurgia”, disse Ane Karolyne.

Charles Maduro trabalha como cinegrafista há 12 anos. O profissional é casado e pai de duas filhas.

Compartilhamentos