Idoso tem cabeça esmagada com compactador de solo

Vítima de 67 anos tinha recebido pagamento por um serviço feito no interior do Estado
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um homem foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (7) num provavelmente assalto, segundo a PM. A vítima foi um idoso, que teve a cabeça esmagada por compactador de solo feito de madeira, muito usado em obras da construção civil.

O homicídio aconteceu na Rua Anastácio Gaudêncio da Silva, mais conhecida como “Rua do Linhão”, na Estrada do Goiabal, zona oeste de Macapá. O corpo foi encontrado por volta das 4h, por moradores do bairro.

Na noite anterior, a vítima estava bebendo com mais três homens. Um deles, Railan dos Santos, disse à reportagem do portal SELESNAFES.COM que já estava em casa quando soube da morte pela boca do próprio assassino, que ele identificou como “Matrix”.

Vítima tinha recebido R$ 2 mil de um serviço no interior do Estado. Fotos: Olho de Boto

Os quatro beberam juntos até às 20h, quando Railan dos Santos disse que decidiu ir embora para casa.

“Esse rapaz (Matrix) bateu na minha casa a 1h da manhã para dizer que tinha assassinado esse senhor. Eu já estava dormindo quando ele chegou. Não falou mais nada e foi embora, não sei pra onde”, relatou dos Santos.

Há poucas informações sobre a vítima que dizia ter 67 anos, e foi identificada apenas como Arnaldo. Nas redondezas, ele era chamado pelo apelido, “de Breves”. Segundo relatos, morava há cerca de 3 anos no Goiabal.

“Ele não tinha uma casa fixa. Algumas pessoas acolhiam ele. (…) Ele tinha realizado um trabalho no interior e estava com a importância de R$ 2 mil. Até as roupas dele eles conseguiram levar”, relatou o sargento Alvin, do 6º BPM.

Idoso estava bebendo com mais 3 pessoas, segundo a PM. Um deles era um ex-detento, acusado do crime

De acordo com a PM, Matrix é na verdade Marcelo da Silva, um ex-detento do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) com passagens por vários crimes. Ele e a segunda pessoa que também estava na companhia da vítima ainda não foram localizados.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.