Compartilhamentos

De Santana, FERNANDO SANTOS

Em reunião na última sexta-feira (30) que contou com a presença da deputada Federal Marcivânia Flexa (PCdoB), do prefeito de Santana Ofirney Sadala (PHS), além de técnicos da Secretaria Municipal de Educação, foram iniciadas as discussões para a implantação do modelo educacional “Escola Inovadora”.

“Estamos dando os primeiros passos e certamente será um grande avanço para a educação do município. Por isso procuramos a deputada Marcivânia para pleitear recursos”, afirmou a secretária de Educação, Francinete Lobato.

Deputada Marcivânia Flexa: projeto deve ser incluído no orçamento de 2018. Fotos: Fernando Santos

Ainda na fase de elaboração do projeto em Santana, a Escola Inovadora já existe em várias cidades do país e poderá ter sua obra iniciada já em 2020. A ideia foi apresentada à deputada Marcivânia que prontamente abraçou a proposta.

“Sabemos que é um projeto piloto e ousado. O custo inicial dessa obra será de aproximadamente R$ 3 milhões. Vou alocar cerca de R$ 1,7 milhão e vou correr atrás de outro parlamentar amapaense para garantir o restante da verba necessária para a conclusão da obra. Creio que em 2018 já vamos incluir no orçamento”, disse a parlamentar.

O modelo de Escola Inovadora deverá seguir dois tipos em Santana. O primeiro será com as aulas em tempo integral com o aluno ficando mais tempo no ambiente escolar. E a segunda com educação integral, ou seja, o estudante terá mais assuntos voltados para a formação social, desenvolvimento humano e de cidadania.

Prefeito de Santana, Ofirney Sadala: Escola Inovadora é parte das propostas de governo

“Hoje com apoio da deputada Marcivânia e do prefeito Ofirney, nós já vislumbramos a execução de projeto. Vai ser uma experiência para o poder público, visto que todas as experiências que existem a nível de Brasil são ONGS que fazem parceria e que são conveniadas. Já a Escola Inovadora vai ser financiada e mantida pelo poder público”, enfatizou a secretária de Educação.  

O prefeito de Santana, Ofirney Sadala, afirmou que a proposta da Escola Inovadora estava no planejamento e dentro das propostas de governo. Mas o chefe do executivo municipal, disse que vinha tentando melhorar a arrecadação para investir no setor.

“A escola inovadora é uma proposta que está no nosso plano de governo. Nossa intenção é dar mais qualidade na educação, mas para isso precisamos melhorar a arrecadação do município”, finalizou.

Compartilhamentos