Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

O comando do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Amapá (BPTran) resolveu se pronunciar sobre a foto que gerou polêmica nas redes  sociais esta semana. A foto mostra o que seria um flagrante de uso do patrimônio público para fins particulares, mas no fim das contas tudo não passou de uma grande barrigada, erro no jargão jornalístico.

A foto tirada em Macapá, mostra uma viatura da corporação sendo usada para transportar tijolos. A imagem foi compartilhada em um grupo de compra e venda de eletrônicos em forma de protesto. O responsável pelo perfil não poupa críticas, e politiza a cena. A foto foi bastante compartilhada.

Capitão Santos ao lado dos tijolos dentro do batalhão: construção de fachada. Fotos: Olho de Boto

Postagem original com crítica política

O capitão Santos, porta voz do BPTran, negou que a viatura estivesse sendo utilizada para fins particulares. Ele confirmou que o veículo foi usado para transportar o material de construção, mas para uma obra dentro do próprio batalhão, que fica no Bairro São Lázaro, na zona norte de Macapá.

“Estamos construindo uma fachada no batalhão, e essa viatura é antiga, usada apenas para serviços administrativos. Se você for verificar todas as secretarias e órgãos possuem veículos para serviços administrativos”, comentou o oficial.

“A viatura estava sendo conduzida por um policial fardado a serviço. (…) Infelizmente uma pessoa desavisada fez essa postagem”, acrescentou.

Compartilhamentos