Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

No sábado (22), os usuários do transporte público de Macapá irão pagar R$3,25 pela passagem de ônibus. A confirmação veio do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap). Como resposta ao reajuste, os estudantes prometem protestos contra o aumento.

Segundo o Setap, mesmo com o reajuste de R$2,75 para R$ 3,25, a tarifa de ônibus de Macapá ainda será uma das mais baratas dentre as capitais do Brasil.

Junto com o aumento, a direção da entidade justificou a mudança no valor com os investimentos nos últimos 4 anos. A frota, que era de 156 veículos, passou para 202. Houve, ainda, o cumprimento da Lei de Acessibilidade e a média de idade dos veículos é de 3,54, a mais baixa de todo o país.

A mudança não agradou aos usuários, especialmente, os estudantes que utilizam quase que diariamente os coletivos. Entidades estudantis como grêmios e a União dos Estudantes Secundárias do Amapá (Uecsa) informou que fará protestos.

“É uma verdadeiro abuso. Não tem como os estudantes pagarem esse valor. Temos ônibus sucateados, sujos, que não passam no horário e nos desrespeitam”, frisou o estudante, Artur Nogueira.

Compartilhamentos