Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

A Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) realizou a apreensão de centenas de cápsulas de ecstasy que estavam sendo distribuídas em Macapá por um traficante, na madrugada deste sábado (1).

A equipe da Polícia Civil prendeu  Braz Pires da Costa, de 35 anos, após ele ter acabado de comercializar as substâncias entorpecentes em um bar no complexo Beira Rio, na orla da cidade, por volta de 1h. 

Segundo o delegado Sidney Leite, que comandou a operação, o suspeito estava sendo investigado pela polícia há meses e trouxe a substância ilícita de Caiena, na Guiana Francesa.

Braz Pires da Costa escondia a droga em sua casa. Fotos: Olho de Boto

Ao ser abordado na Beira-Rio, foi encontrado no carro do homem uma pílula de ecstasy. Os policiais porém, graças ao trabalho de investigação da DTE, sabiam que as drogas estavam na residência de Braz Pires da Costa, no Bairro Santa Rita.

Ele ainda tentou despistar a polícia informando o endereço dos pais como sendo onde morava, mas a equipe já sabia onde ficava a casa do traficante e foi com ele até o local, onde o produto ilegal foi encontrado.

Ao todo, foram apreendidas 164 pílulas de ecstasy (marca Mário), 250 cartuchos de munição calibre 12 e 10 caixas do anabolizante Durateston. O anabolizante é uma droga que possui o hormônio testosterona em sua composição.

Além do ecstasy, grande quantidade de munição…

… e anabolizantes

De acordo com o delegado Sidney Leite, Braz Pires da Costa transitava entre a juventude de classe média e média alta da cidade, em festas rave vendendo o ecstasy e em academias vendendo anabolizantes. 

“Ele estava fazendo a distribuição da droga em alguns pontos da cidade e já tinha feito a venda, a quantidade maior estava na casa. Os traficantes estavam atuando com muita liberdade e a Polícia Civil começou a intensificar o trabalho em cima desses traficantes que estão atuando sobre os jovens”, disse o delegado.

Delegado Sidney Leite: homem estava sendo investigado pela DTE

Foto mostra traficante ostentando uma suposta vida luxuosa pela cidade

A Polícia acredita que devem ter sido trazidas de Caiena cerca de 600 pílulas de ecstasy nos últimos dias.

Braz Pires da Costa vai ser enquadrado nos crimes de posse ilegal de munição de uso permitido e tráfico de drogas. O indivíduo foi conduzido e apresentado no Ciosp Pacoval.

Em festas raves e academias, Braz vendia as substâncias ilícitas

Compartilhamentos