Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Os órgãos de segurança do Amapá junto com a Capitânia dos Portos decidiram intensificar as fiscalizações das embarcações que saem do Estado. O motivo é a saída em massa de amapaenses para o Festival do Camarão, que acontece entre 27 e 30 de julho na cidade de Afuá, no Pará.

A Capitânia prevê a saída de até 20 mil pessoas dos portos do Amapá nos dias da festa. A preocupação maior é o excesso de passageiros, bagagens, falta de documentação dos barcos e autorização de navegação.

Para fiscalizar as embarcações que enfrentam 4 horas de viagem, a Marinha trabalhará com a Polícia Militar, Bombeiros e Guarda Municipal.

A fiscalização maior será para as rampas do Santa Inês, Perpétuo Socorro e o Porto do Açaí, em Macapá, além da área portuária do município de Santana, a 17 quilômetros da capital. As ações de segurança serão em postos fixos e móveis em Macapá, além de uma equipe com navio nas chegadas e partidas em Afuá.

O Procon também fará parte da ação fiscalização dos preços cobrados nas viagens. O órgão fará um levantamento prévio dos valores praticados nos dias que antecedem o festival, assim como nos dias do evento.

“No ano passado tivemos muitas reclamações de valores acima do preço cobrado. A tarifa é em média de R$40 a R$, 45. Acima disso, vamos observar”, explicou a chefe de fiscalização do Procon-AP, Lana Silva.

Foto de capa: Valdeí Balieiro

Compartilhamentos