Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O Programa de Assistentes de Língua Portuguesa na Guiana Francesa selecionou o professor de língua francesa da rede estadual de ensino Angleson de Souza Lima, de 27 anos, para trabalhar por sete meses na iniciativa.

Angleson de Souza Lima, uma estudante da Unifap e outra de uma instituição privada foram os amapaenses escolhidos, junto com outros seis brasileiros, para receber a bolsa concedida pela Delegação Acadêmica de Relações e Cooperação Europeia e Internacional (Dareic Guyana), do governo francês.

O professor é também coordenador dos programas Escolas com Salas Bilíngues e Escola de Fronteira, do Governo do Amapá, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação (Seed).

“Passar setes meses imersos na cultura francesa, vendo suas peculiaridades e trabalhando de acordo com as diretrizes da educação de lá, vai ser de extrema importância, principalmente para aperfeiçoar o programa da Escola de Fronteira, que será nos moldes da educação francesa”, disse o professor.

As atividades do educador em solo guianense iniciarão em outubro, onde ele receberá um salário líquido de 1,1 mil euros para custeio de alojamento, comida e transporte.

Foto de capa: Erich Macias (Secom)

Compartilhamentos