Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um publicitário de 28 anos foi assassinado durante uma tentativa de assalto na noite deste domingo (16), no Centro de Macapá. O bandido foi detido e linchado por populares antes de ser preso pela Polícia Militar.

De acordo com testemunhas, o publicitário e professor de dança, Andrey Smith Malcher, estava de bicicleta com amigos quando foram interceptados na Rua Eliezer Levi, em frente à Escola Estadual Guanabara, por volta das 19h.

Ele levava outro amigo no varão da bicicleta.

“Quando eu percebi, eu disse pra gente pedalar que esse cara ia roubar a gente. Mas a bicicleta dele (Andrey Malcher) estava pesada e não deu para ele pedalar rápido”, lembra uma amiga que estava em outra bicicleta.

O publicitário não conseguiu fugir e foi agarrado pelo braço pelo criminoso. Ele foi esfaqueado pelo menos três vezes. Os ferimentos foram tão graves que ele acabou morrendo no próprio local.

Corpo da vítima ao lado da bicicleta deixada pelo assaltante que fugiu a pé. Fotos: Olho de Boto

Criminoso foi preso depois de ser agredido por populares que o seguiram depois do crime

Na delegacia com bermuda do avesso

 “Foram duas lesões muito graves no tórax e no pescoço. Foi golpeado fatalmente. Se quando a gente chegasse ele ainda estivesse com vida, dificilmente chegaria vivo no hospital”, explicou o enfermeiro Robson Xavier, da equipe do Samu.

O criminoso fugiu do local a pé. Ele deixou a própria bicicleta para trás sem levar nenhum objeto da vítima. Contudo, ele foi seguido por testemunhas que conseguiram detê-lo na Rua Odilardo Silva com a Avenida Duque de Caxias, a menos de 300 metros do local do crime.

Alan Rafael Silva da Silva, de 30 anos, foi imobilizado por populares e bastante agredido antes da chegada de uma equipe do 6º Batalhão da PM. Ele foi reconhecido por testemunhas.

“Elas (testemunhas) informaram também que a vítima não reagiu. Foi levantar as mãos na hora e o infrator acabou se excedendo”, comentou o aspirante Carlos Morais, do 6º BPM.

Enfermeiro Robson Xavier: lesões graves

Amigos estavam de bicicleta quando foram interceptados pelo criminoso também de bicicleta

Aspirante Carlos Morais: vítima havia levantado as mãos

Policiais conseguiram imagens da câmera de segurança de uma lanchonete que mostram Alan Rafael correndo na rua com uma faca logo após o crime. Ele foi reconhecido por testemunhas e conduzido até o Ciosp do Pacoval.

No trajeto até a delegacia, no entanto, os policiais perceberam que ele vestiu a bermuda do lado do avesso dentro da viatura, na tentativa de esconder as manchas de sangue na roupa.

“Ele também tentou se jogar da viatura. Estava muito agitado. Não sabemos se estava sob efeito de algum entorpecente”, acrescentou o oficial.

Andrey Smith em performance no Rio Amazonas: dança e publicidade eram as paixões

Ele foi indiciado por latrocínio, quando a intenção é roubar e o resultado é a morte da vítima. Nesta segunda-feira (17), ele será encaminhado à audiência de custódia.

Alan Rafael já tem um mandado de prisão em aberto também por homicídio.

Compartilhamentos