Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Mais de 600 policiais militares e 100 bombeiros vão atuar no esquema de segurança montado para a Festa de São Tiago. Serão 13 dias de festejos.

Além dos militares, agentes da Polícia Civil, Detran e GTA irão participar da operação conjunta. Uma das principais preocupações é com o aumento do fluxo de visitantes motivados pela ponte sobre o Rio Matapi. 

“Nós temos essa preocupação, pois nos anos anteriores sempre tivemos um grande público e com acesso direto. A expectativa é que esse número aumente consideravelmente. Por isso, estamos tratando todos os detalhes em relação à segurança”, explicou o secretário Ericláudio Alencar.

A começa no dia 16, mas o auge será entre os dias 22 e 25, com a encenação da batalha entre mouros e cristãos, quando também haverá os principais shows artísticos. 

“Nosso trabalho será totalmente voltado a um único objetivo, que é garantir o bem-estar dos que estivem prestigiando a festa”, comentou o diretor de Operações da PM, tenente-coronel Wellington Nunes.

O Corpo de Bombeiros vai atuar na prevenção de afogamentos no balneário. São três equipes em viaturas.

“Estaremos atuando em duas áreas. A primeira será o serviço voltado para o balneário, onde permaneceremos com uma equipe durante o dia. A segunda é na área da saúde, na qual teremos uma equipe especializada em atendimentos de emergência”, declarou o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Wagner Coelho.

Foto: Gabriel Penha

 

Compartilhamentos