Compartilhamentos

De Santana, FERNANDO SANTOS

A comunidade do Matão do Piaçacá II fica localizada na zona rural do município de Santana, o segundo com maior população no Amapá. O acesso é de barco ou de carro, em ramais de chão batido, e nem todas as famílias são assistidas com energia elétrica.

Entre os que vivem na escuridão e sem ter como guardar alimentos em refrigeradores está seu “Mineiro” e toda a família.

Ele conta que há seis anos vive sem ter energia elétrica. A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) até iniciou os serviços de posteamento, mas eles avançaram. Os postes foram colocados, porém, até agora, a fiação não foi concluída. No trecho principal da comunidade, onde existem escolas públicas, existe energia.

“A CEA veio e colocou os postes aí, mas depois sumiu. Os fios estão todos jogados no chão. Não tem como guardar alimentos, vivemos aqui na luz de velas a noite”, informou o agricultor Manoel Pereira, o Mineiro.

Postes colocados….

…Mas os fios estão pelo chão

A esposa dele, dona Maria da Silva, disse que teve que se desfazer da geladeira que havia comprado na esperança de ter energia.

“Eu vendi a geladeira porque tava se estragando e liquidificador também. Como é que vou ter eles aqui parados? Não temos como manter nada, sem energia há seis anos. É um sonho ter energia aqui”, disse Maria da Silva.

Vereador Rarison Santiago: indicação na Câmara Municipal

O vereador Rarison Santiago (PRP) reuniu com os moradores da região e pretende fazer uma indicação, por meio da Câmara Municipal, cobrando a solução do problema.

“É de longo tempo que parte dessa comunidade vem padecendo. É um serviço básico que a CEA não consegue atender. Isso causa grandes transtornos para quem vive basicamente da agricultura familiar, sem condições de manter sua produção”, informou o parlamentar.

Compartilhamentos