Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Secretaria de Estado da Saúde do Amapá (Sesa) informou no fim da tarde esta quinta-feira (27) que notificará a empresa Bernacom, que presta serviço de limpeza em unidades hospitalares, pelo atraso no pagamento de seus funcionários.

Em nota, a Sesa pede esclarecimentos sobre os dois meses de atraso nos vencimentos e pede regularização imediata da situação. 

Os trabalhadores da empresa decidiram entrar em greve nesta quinta por conta da situação. Segundo o Sindicato de Asseio e Conservação do Amapá (Stacap), o atraso prejudica cerca de 400 funcionários.

De acordo com a secretaria, somente o pagamento do mês de junho está em aberto com a Bernacom. Com a não efetivação do pagamento dos salários, a empresa estaria infringindo a Lei 8.666/93, que prevê que o pagamento de contratos de prestação de serviços pode sofrer atraso de até 90 dias.

Foi publicado ainda na nota da Sesa que, apesar de não ter sido comunicado sobre o movimento, o órgão está aberto ao diálogo e que recebeu durante a manhã representantes e funcionários da empresa.

No encontro, o governo reafirmou o compromisso de que os pagamentos ocorram a partir do dia 10 de cada mês, quando acontecem os repasses destinados aos fornecedores e terceirizadas.

Os funcionários da Bernacom pretendem permanecer em greve por tempo indeterminado até que a empresa estabeleça um prazo para o pagamento dos salários.

Compartilhamentos