Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O governador do Amapá, Waldez Góes, em reunião nesta quarta-feira (5) com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, em Brasília, tratou sobre o andamento do projeto de 500 unidades habitacionais em seis áreas localizadas nos bairros Perpétuo Socorro e Cidade Nova, na zona leste de Macapá.

Um dos locais onde o governo pretende realizar as obras de habitação é onde ocorreu um incêndio em 2013, que deixou desabrigadas quase 400 famílias e destruiu 250 casas.

Ficou acertado no encontro que o ministro Barbalho vai desmembrar a parte de urbanização do projeto das unidades habitacionais, que ficariam a cargo do Ministério das Cidades.

O empreendimento, que também prevê a urbanização do entorno, está orçado em pouco mais de R$ 40 milhões.

Segundo o governo, o Estado do Amapá já cadastrou o projeto no Sistema de Convênios do Governo Federal (Sincov), o que o deixa praticamente apto para receber os recursos necessários.

“Retomamos com o ministro Helder Barbalho a questão do projeto habitacional do Perpétuo Socorro. Também já estivemos com o Ministério das Cidades e sabemos que o projeto se encaixa nas atividades do Ministério da Integração. Como ele já está cadastrado no Siconv, a solução está próxima”, disse o governador Waldez Góes.

Foto de capa: Hugo Barreto (Secom)

Compartilhamentos