Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O portal SELESNAFES.COM recebeu dois vídeos enviados pela diretoria do Santos-AP que mostram as condições do banco de reservas e do gramado em que o time amapaense jogou contra o Altos-PI na noite de segunda-feira (10), pela segunda fase do Campeonato Brasileiro Série D.

Nas imagens, é possível ver a sujeira nos bancos e a ausência de pintura nas áreas demarcatórias do campo em que a partida ocorreu. Assista:

O Santos-AP divulgou nota nesta terça-feira (11) repudiando as ameaças que sofreu do presidente do Altos-PI, Warton Lacerda, e também as péssimas condições do estádio Felipão e do vestiário, que estava sem água e com os vasos sanitários entupidos de fezes.

Lacerda, além de dirigente do Altos-PI, é marido da prefeita da cidade de mesmo nome do clube e secretário municipal de Administração.

Ele divulgou uma nota na tarde desta terça, negando os problemas alegados pelo Santos-AP e que teria apenas questionado a presença de Luciano Marba no banco de reservas do Peixe da Amazônia. De acordo com o mandatário do rime piauiense, Marba não poderia estar no banco por ser presidente do time visitante.

Em resposta, Marba esclareceu que não é mais presidente do Santos.

“Eu não sou mais o presidente do Santos. O presidente é o Ceará e o vice é o Patrick Willian. Eu sou agora somente o auxiliar técnico, desde março de 2017”, respondeu.

Time do Santos-AP reclama de ameaças do dirigente do Altos Warton Lacerda. Foto: Cida Verde (PI)

Luciano Marba: agora, na função de auxiliar técnico. Foto: arquivo/SELESNAFES

O jogo entre Santos-AP e Altos-PI terminou empatado em 2 a 2. A partida de volta entre as duas equipes ocorre no domingo (16), no estádio Zerão, em Macapá.

O Peixe da Amazônia tem a vantagem de poder empatar em zero a zero ou 1 a 1 e poder ficar com a vaga para a terceira fase da competição nacional.

Compartilhamentos